Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quarta-feira, julho 29, 2009

nota: amontillado

Alfredo, pedreiro, ficou encarcerado atrás da alvenaria plástica que o filho erigiu à sua volta usando os Legos oferecidos pelo tio (emigrado nas Franças). Tinha adormecido com o Poe na barriga e apenas a vertigem multicolor do emparedamento o devolveu à realidade. Foi salvo pela falta de paciência da esposa que avançou contra a construção, aplicando sem parcimónia a deliberação da Câmara sobre empreendimentos sem alvará.