Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

domingo, abril 29, 2007

nota: amolador

o som do amolador de tesouras faz-me lembrar, como nessas histórias de mar onde uma sirene solitária fende o ar da noite, que o meu lugar não é nesta cidade mas lá em cima, no planalto da Serra.

[Apontamento] Amolador

terça-feira, abril 17, 2007

nota: roda 20

ela anda para aí (enquanto estou para aqui), a rodar, rodar, rodar...

quarta-feira, abril 11, 2007

nota: devaneio

a beleza num aflorar suave de poema que cai gentilmente na face, como folha de Outono. na minha rua as Tílias florescem, preparando a saturação do ar nocturno de um perfume fresco e adocicado. oh!, esperar que a devolução das faculdades olfactivas chegue a tempo de apreciar a fragrância que propele a boa disposição.