Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

segunda-feira, março 12, 2007

nota: futuro alternativo



A sala bruxeleava em tons de amarelo das lâmpadas de filamento de carbono. Sorrindo, aproximou-se de uma grande mesa central, em carvalho antigo, pesada, e removeu um pano que a cobria. Ocultado debaixo do tecido uma nova cidade despontava prometendo esmagar a humanidade com a sua proporção fora da compreensão.

- E então, constrói-se?, perguntou avido de aquiescência.

[Apontamento] Ottens