Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quarta-feira, dezembro 06, 2006

nota: o diagnóstico

Arménio Pinho lia, abismado, o relatório médico. então sempre era verdade, aquele incómodo no fundo do estômago, horas de sono trocadas, a enxaqueca permanente... Arménio Pinho relia, incrédulo que tal coisa pudesse acontecer. o manuscrito era contudo categórico: Arménio Pinho sofria de jet-lag dos serviços, uma doença rara causada pelos atrasos constantes sofridos nas filas de repartições, em casa à espera do canalizador, homem dos móveis e porteiro, no consultório do dentista... Arménio Pinho, mal habituado por uma educação paterna rigída e pontual, não conseguia ajustar o relógio interno às realidades do país onde vivia e estava condenado a um deslocamento de fuso horário permanente. ao fundo da página o salvo-conduto para a felicidade: o endereço dos Pontualista Anónimos, o conjunto de desajustados sociais que tentavam a todo o custo adaptar-se ao laxismo existente...

1 Filetes:

At 7:28 da tarde, Blogger Shade of blue said...

na mouche

 

Enviar um comentário

<< Home