Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quinta-feira, novembro 23, 2006

nota: um dia no campo

o bardinas saltou o muro caindo direito do outro lado da rua, alisou o casaco enquanto olhava para cima e depois deu à sola pela calçada abaixo. do outro lado ficou uma forquilha espetada no muro, mesmo ao lado da trajectória de saída, ainda a vibrar da fúria do Sr. Juvenal, antigo trinco dos Rodizios de Baixo e membro apreciado da filarmónica. a rapariga, essa, ficou a suspirar à janela, incómule da investida.