Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

segunda-feira, outubro 30, 2006

nota: posto de escuta



"Da torre solitária, imersa no éter, o ouvido atento das máquinas prescruta o éter. A sua posição é previligiada porque imparcial, interessante porque por este olhar mecânico temos a visão fragmentada da humanidade que bule em baixo e das coisas que a rodeiam e permeiam. A proposta é esta: 30 minutos semanais de uma assemblagem sem subtítulos dos fragmentos do quotidiano. A invasão silenciosa e anónima da existência através do som, a comunicação dos apontamentos de secretária de um faroleiro solitário."
ou é o que reza o autor
[Apontamento] Posto de Escuta

sexta-feira, outubro 27, 2006

nota: diatribe

a raposa matreira desce à cidade, orla o pescoço da dona Saudade. vai e gira, desliza sobre os ombros, quando a dama se esquece, foge para longe.

segunda-feira, outubro 16, 2006

nota: justiça cega

do alto do púlpito corre uma aragem insinuante que ao chegar ao solo adquire contornos malva e um cheiro de círio velho a arder. snif, snif, diz o rato, nesta casa já não se come. a debanda começou de imediato mas o homem do fisco tinha sido mais rápido. "com que então..." disse, ao entrar. o velho coçado, ainda empoleirado na vigia exortativa a um vasto público de fantasmas não teve tempo de replicar antes da trave do tecto cair de iniciativa própria sobre o representante do despacho ministerial.

sexta-feira, outubro 13, 2006

nota: arte viva

ele está e fica (por aqui, assim),
ali além (expressão lá da terra), está outro que tal,
reparando em quem faz desta língua
(que é uma língua bonita diga-se)
o galanteio às moças que passam na rua, atirando as palavras do topo dos andaimes

(não me digam que não há poetas entre a caliça e o betão)

segunda-feira, outubro 09, 2006

nota: capócia

a dentada da maça revelou os alvéolos ocos das sementes. a semelhança saltou à mente rápida e involuntária com as galerias da Capadócia.
[Apontamento] Capadócia