Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quinta-feira, setembro 14, 2006

nota: aceleração aditivada

A falta de sono, além da dilatação das pupilas, provocou uma notória aceleração do sistema nervoso do indivíduo levando-o a uma taxa de dactilografia muito acima do normal. A adição de excitantes, através de cafeína e teina sustentaram o processo ao longo do dia. Note-se no entanto uma degradação da qualidade do texto, promovendo a incoerência total no final da experiência.