Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

segunda-feira, janeiro 02, 2006

nota: acordar em viagem

o maquinista desligou a máquina e deixou o comboio deslizar, no quase silêncio da ausência do resfolegar dos motores como... uma suavidade de deslizar de lençois percebida estremunhadamente contra a luz da manhã. quando os comboios se cruzaram, foi o depositar de uma almofada de ar revolvido e depois o retomar da marcha soube ao café quente da manhã.