Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quinta-feira, outubro 13, 2005

nota: visão

levantei os olhos para a janela e distintamente vi, no comboio ao lado, alguém calmamente de perna traçada, lendo o jornal, empoleirada entre duas composições, no topo das máquinas. depois reparei que me tiravam a realidade debaixo dos pés e me atiravam para outra mais mundana quando me apercebi que era o reflexo na janela. alguém anda, de facto, a brincar comigo...