Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

domingo, junho 26, 2005

aforismo: justiça

ninguém se importa levar, desde que ache justo

nota: hassetsu

1. ashibumi
2. dozukuri
3. yugamae
4. uchiokoshi
5. hikiwake
6. kai
7. hanare
8. zanshin

... de volta à procura do mais belo zanshin

sexta-feira, junho 24, 2005

nota: apanhado



é a delícia do movimento continuado num encarreirar de sequências lógicas de desenho animado. a ti, Keaton, este amigo da real beleza do disparate, saúda!
[Apontamento] Buster Keaton

quinta-feira, junho 23, 2005

nota: posição

tudo se reduz ao como estar onde se está. e cada vez mais nos esfregam isso na cara e um tipo, atrapalhado, sem pensar, tenta justificar-se e acaba emaranhado nos valores dos outros. é preciso estar de sobreaviso para não cair na esparrela. e, mesmo assim... vai lá, vai...

terça-feira, junho 21, 2005

nota: queda

depois de atingido o avião deslizou pelo céu sobre uma rasto de fumo negro. dentro, o sangue quente jorrando mergulhava o piloto num estado de morna sonolência, a dor anestesiando os sentidos. ao fechar dos olhos a máquina fundiu-se com ele, explodindo e projectando a sua existência sobre os campos gelados da estepe. um pequeno e fútil acto de criação coroando o desperdiçar da existência.

quinta-feira, junho 16, 2005

nota: floresta

mergulho de novo nos braços acolhedores da Floresta. nas mãos levo um velho guia, companheiro de viagens e naturalista nato. o mais das vezes meto-o no bolso porque lhe conheço as palavras de cor e basta o leve contacto com o papel para o recordar. e aqui, como no meio dos homens, os problemas continuam os mesmos: como estar no caminho e como lidar com a efemeridade...
[Apontamento] Ernst Jünger

terça-feira, junho 14, 2005

nota: risonho

domingo, junho 05, 2005

nota: a mão e a massa

o rapaz encostou-se ao balcão, silenciosamente, e pos-se a observar a dança das coisas que saem de latas e frascos, à sua frente. ela, distraída na sua concentração, enchia-se de farinha e de cheiros. as tantas, não se segurou mais, saltou a bancada e pespegou-lhe um beijo vindo de trás, mesmo em cheio nos lábios. ela sabia a chocolate com raspas de framboesa...
[Apontamento] Põe a mão na massa

sábado, junho 04, 2005

nota: relance

a linha branca delineava a pele, descendo e mergulhando no negro da borda da camisa. foi um relance mas deu uma noite inteira de sonhos.