Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

sábado, maio 28, 2005

nota: reabertura

o pessoal já tinha perdido a esperança, o homem lá ia prometendo, prometendo, mas daí a correr de novo a grelha verde e metálica da mercearia, nem nada. era por isto, por aquilo, mas o facto era que a loja não abria e a clientela lá se ia dispersando. no entanto não há chuva que sempre caia e numa esplenderosa manhã de verão as frutas voltaram à rua.
[Apontamento] Palavra a Dia

quinta-feira, maio 26, 2005

nota: motivação



quinta-feira, maio 19, 2005

nota: caracol

aquilo desenhou-se-lhe na cara instantaneamente, à mera sugestão. olharam um para o outro e ala que aí vão. corrida até ao carro, auto-estrada, IP3, Zona Um. o tio ia matar o porco, haveria torresmos, cabidela, queijo e arroz-doce. a meio do caminho tiveram de parar para baldear o carro, tal era a salivação...
[Apontamento] Slow Foodé

quarta-feira, maio 18, 2005

nota: foi-se


eu não estive lá mas diabo, queria ter estado!
[Apontamento] MA'S foice

terça-feira, maio 17, 2005

nota: metal girl



i gleamed my eyes through
it's metalic, polished beauty,
hundreds of horse-power packed girl

it made me dream of full blue skies,
roaring-thunder of piston engine movement
just cutting the clouds on wingtips,
metal nails of elegance

segunda-feira, maio 16, 2005

nota: anis escarchado

mirou a garrafa de um lado e do outro, intrigado. no interior, uma ramo de uma planta, esguio, terminando em varetas de guarda-chuva reviradas ao contrário, tinha assente arrais num promontório de cristais. estes iam crescendo, lentamente, com o vagar de quem não vai a lado algum, embebidos numa existência de visco doce. um dia a avó achou que ele já tinha idade para conhecer o segredo e tirou do armário um cálice para ele. e foi debaixo do sorriso dela que ele franqueou essa porta dos sabores quentes e doces dos licores.

nota: beijo

kuss

sábado, maio 14, 2005

aforismo: cisco

A beleza é um cisco no olho, turva a vista.

nota: memória


A foto caíu do livro, afagando o chão descuidadamente. O olhar interrogativo dissipou-se ao toque dos dedos, substituído por aquele ar de quem reencontra uma memória ao virar da esquina e está cheio de pressa e demora aquela fracção de segundos necessária para se reencontrar mas depois é tarde porque ela já passou e fica-se um pouco em suspenso como quem ficou sem cadeira debaixo dos pés num dia de sapatos desencontrados. A luz naquele dia era excepcional...

terça-feira, maio 10, 2005

nota: explosão


foi atirado para o lado da sala pelo impacto da onda de choque. atordoado, a pancada teve um efeito directo sobre as sinapses, lançando-o num redomoinho de formas e cores. quando o mundo voltou ao normal, deu com ela a rir-se do efeito ("e isso, só com um par de lábios?" - pensou abismado)
[Apontamento] Explosion 2D

nota: boas-noites rapaz

ao sair, a chuva, caindo de mansinho, miudinha, levantou o cheiro da terra sob o coberto da noite. o perfume dispara logo as recordações da terra natal distante, germinando um sorriso à laia de boa noite. hoje vai-se dormir bem.

segunda-feira, maio 09, 2005

nota:transmissão

o pessoal encontrou-se numa cave de berlim e conspirou até conseguir um berbequim. agora, regularmente, perfuram ouvidos selecionados com programas especiais, que fazem ligação directa ao cérebro e aos músculos do rosto.
[Apontamento] Radia

sábado, maio 07, 2005

nota: agricultura


o agricultor deslizou a charrua pelo campo, estrategicamente definindo as linhas do campo. do alto, o avião do Comando da Zona 1 fotografou-o, mandando o daguerrótipo directamente para a Secção Central. aí, por um sofisticadíssimo processo de descodificação revelou-se a verdadeira intenção do homem: a imagem circulou apressamente entre as chefias, causando o pânico. escondia-se ali um artista!
[Apontamento] Weird Fields

nota: luminescência

é o que se vê quando a luz atravessa as lentes e lhe desliza pelos olhos.

quarta-feira, maio 04, 2005

nota: discos pedidos


And now a very special record for a very special friend!
[Apontamento] Show and tell

terça-feira, maio 03, 2005

nota: coconino


ficou a olhar a montra de olhos esbugalhados, mãos abertas sobre o vidro, nariz encostado, arfante. do outro lado uma montra infinda de desejo, de promessas a carvão ou reverberantes de cor. em pano de fundo uma paisagem mutante a cada piscar de olho, uma personalidade afável e brincalhona. tanto se apoiou no vidro que este cedeu, gentilmente, deixando-o atravessar num efeito de pelicula de sabão (o sucesso foi assegurado porque estava revestido de ilusões e assombro). depois de passar para lá não mais voltou para cá.
[Apontamento] Coconino World

segunda-feira, maio 02, 2005

nota: bolo

chegou o esperado momento: pondo-se a maquineta em funcionamento (uma vintena de voltas à manivela) o cálice sonoro vomitava o bolo, já seccionado em fatias de volume proporcional ao apetite de cada conviva. A divisão processava-se à entrada do canal auditivo, numa filosofia de deliver on demand. No final, de orelhas lambuzadas, o ar de satisfação era patente e a maquineta foi considerada a melhor aquisição do ano lá por casa.
[Apontamento] Phonocake