Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

sexta-feira, março 04, 2005

nota: bramido

num instante, (um singular instante), encheu-se-me o peito de uma vontade de expelir todo o ar aqui contido.
nesse instante, (maravilhoso instante), vi-me na selva correndo.
nesse instante, (enigmático instante), senti-me terrivelmente vivo.
nesse instante, (revelador instante), tive todo o peso de estar sozinho nos ombros.
nesse instante, (um instante de olhos luminosos), acreditei que sozinho tinha toda a gente dentro de mim.
a espreitar detrás de uma árvore