Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

sexta-feira, fevereiro 11, 2005

nota: pontas

correu até ao fundo das pontas dos dedos, eriçando o cabelo em suaves ondas eléctricas. quando lá chegou, puxou suavemente em direcção ao sol, expandiu o tórax no jardim, esvaziando-se em seguida. após isto olhou satisfeito em volta e voltou à leitura.