Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

quinta-feira, setembro 30, 2004

Nota: leveza

No soprar do vento, pequena arajem entrando pela janela, agitando as cortinas de linho, mergulhou as mãos, extendendo os pés nus no soalho de madeira. Sorriu muito levemente, contorcendo-se por dentro, de uma felicidade incontida. Girando, divertido, o disco de vinil negro debulhava histórias em guitarras e voz, dançando-a pela sala...
[Apontamento] Madredeus