Atum Tenório

Sobre as coisas que para aí andam e nos caem à frente.

terça-feira, setembro 21, 2004

Nota: café

ao beber, deixou momentaneamente uma orla castanha nas pontas. o liquído negro, esse, escorregou lentamente para dentro fazendo com que a língua se torcesse um pouco. no entanto, quem mais gostou foi o cérebro. desfez-se imediatamente, escorregando pelos olhos abaixo como um pudim flan num banco de jardim. O dono do bar, acostumado, correu de pá em punho, dextramente reinserindo a massa esponjosa no seu receptáculo habitual.